Top Left Link Text

27 Novembro, 2011

Portal WebBrowser...


Portal é um browser para o iphone, com uma UI bastante refinada, que confere ao iphone a vantagem de ter tabs...
Gratuito até ao fim do dia...

Touch LCD












Touch LCD para iPhone e iPad é um relógio, alarme, cronometro... Com um look retro e algumas funções avançadas.

Gratuito até ao fim do dia...

29 Novembro, 2009

Kings of Convenience - Declaration of dependence



Declaration of dependence dos Kings of Convenience é o novo álbum desta banda Norueguesa.
Podem dar uma espreitadela ao novo álbum aqui.

21 Maio, 2009

01 Janeiro, 2009

Os Sistemas Operativos e o ano 2009...

Na viragem para 2009 avizinham-se novidades em relação aos Sistemas Operativos que acompanham as nossas máquinas.
Pelo que se diz por ai, o Vista vai ter sucessor ainda este ano. Se a tendência da Microsoft para fazer sistemas que chamam imensos recursos para si e deixam os programas a correr sem que estes possam utilizar todo o potencial do computador se mantiver estaremos na presença de um verdadeiro flop number 7, que poderá ser rapidíssimo a mostrar o boot screen mas que do arranque até que estaja 100% operacional demorará os habituais x minutos da praxis. Quanto aos programas, tudo o que podemos imaginar corre, bem ou mal...
O linux continua a percorrer o seu caminho, que se é rápido em muitas valências (suporte de hardware, navegação na Internet e suporte de programas open source que nos permitem fazer quase tudo o que fazemos no Windows sem que paguemos um cêntimo), já na vertente de portabilização de programas pagos tudo continua na mesma. Não temos qualquer Pack da Adobe, o Avid não dança aqui, e quanto aos programas profissionais da Apple, nem que o Unix se unisse, passo a redundância, teríamos uma port destas aplicações (estou a falar do Final Cut, e do tão apetecido DVD Studio Pro)
No mundo do audiovisual é notório o avanço que a Apple tem sobre as demais plataformas... Já era assim na área do Design no tempo em que a maçã era multicolorida, voltou a ser quando a fotografia se rendeu ao digital, e é assim na área do vídeo.
O Os X é um potencial em bruto... bruto porque não está disponível ao comum dos mortais, não que seja um sistema operativo caro, o seu custo ronda os 129€, mas porque o invólucro que permite a sua instalação e utilização é bastante mais caro que um computador "normal".
É no entanto possível a instalação deste sistema operativo (não estou aqui a divulgar qualquer forma de pirataria) num computador que à partida não estaria preparado para correr o sistema operativo da apple. Para o efeito é necessário um computador minimamente compatível com o hardware utilizado pela Macintosh, ao nível de processador, placa gráfica, áudio e Wifi. É necessário também um DVD original do Leopard e alguns patchs que permitem a emulação da Bios de um Mac. Os resultados são bastante satisfatórios, com o hardware certo podemos ter um sistema a funcionar a 100% como se de um Mac se tratasse.
A apple está ja a obter uma subida nas sondagens de utilização do seu sistema no que diz respeito a navegação na internet, e isto terá de certo a ver com os novos utilizadores que não têm possibilidades de comprar um Mac, mas que correm o seu SO nos seus computadores pessoais.
Isto é possível porque a apple deixou a IBM e a sua arquitectura Power PC e uniu-se à intel. A nova tecnologia utilizada pela apple, que de resto tem acompanhado a Microsoft à muito tempo, abriu uma janela para que a comunidade OSX86 chegasse rapidamente à solução de instalação do OS X em qualquer máquina com processador intel.
A instalação é também suportada em máquinas com processadores AMD, sendo no entanto mais problemática.
Recentemente a Psystar começou a subverter esta possibilidade, comercializando computadores com o OS X previamente instalado, ao que a Apple respondeu com um processo crime...
A meu ver a apple abriu uma janela para a comunidade OSX86, mas esta comunidade poderá ter aberto uma porta à apple...
Se um dia a apple decidir vender uma versão do OS X compatível com computadores pessoais, terá já uma comunidade de utilizadores familiarizada com este fenómeno, que tem criadas algumas ferramentas que permitem uma abordagem facilitada aos menos experientes e com a qual a apple poderá ver a sua vida facilitada. Feito o balanço, a apple tetria apenas que disponibilizar drivers para o hardware que não é de momento suportado, o que não seria com certeza uma tarefa herculeana já que o Linux, sendo uma plataforma livre a baseada também em Unix tem suporte para quase todo o hardware que vai saindo para o mercado...
Isto sim, seria uma reviravolta na utilização dos computadores pessoais...

19 Julho, 2008

TuxSoftware, software para todos...

Tropecei um destes dias no tuxsoftware, um site onde encontramos referências a uma variada gama de software livre que podemos instalar em Linux.
O site está dividido por categorias, podemos assim pesquisar segundo as nossas necessidades e escolher de entre as várias opções que são propostas.
A variedade é grande, ou não estivéssemos a falar do Linux, o Sistema Operativo desenvolvido pela comunidade para todos...
Gostaria apenas de deixar em rodapé que o Linux tem algumas limitações em relação a determinadas áreas, nomeadamente a edição de vídeo, que sendo possível com programas como o cinelerra, é ainda uma experiência incipiente para quem utiliza programas de edição muito mais competitivos como por exemplo o Adobe Premiere, o Final Cut, o Avid Media Composer, ou outra solução menos mediatizada...
A falta de uma solução de edição de vídeo profissional não é culpa da comunidade Linux, que apesar das dificuldades em criar e manter um Software de tal calibre, tem encontrado soluções como o cinelerra. Pena é que empresas como a Adobe e a Avid não portem os seus softwares para Linux... que com toda a certeza os colocaria no topo da escolha dos profissionais que assim poderiam ver estes programas a correr num ambiente mais limpo, rápido e com mais recursos livres para o programa que em ambiente Windows.
Por diversas vezes apresentei aqui a minha visão em relação ao ponto de viragem que o Linux tem que encontrar para atrair estas e outras empresas a fazer o port de aplicações que são tão importantes para o utilizador comum, quer pela sua qualidade, quer pela sua generalização.
A Adobe devia ser a primeira a dar o exemplo, até porque por razões puramente comerciais já tem disponível à largo tempo o Flash Player para Linux X86 (a versões PPC foram esquecidas, mas pronto, como sempre não podemos ter tudo).
O Linux é uma bola de neve que já não pode ser parada...
Felizmente para nós!